Eu queria ter nascido

Mamãe, em seu ventre eu estava
 
E sempre lhe acompanhava
 
Nos lugares que você ia.
 
Era grande a minha emoção:
 
Tinha um mês de gestação
 
E você nem percebia…
 
Meu coração já batendo,
 
Meu corpinho ia crescendo
 
Tomando forma de gente.
 
Eu tinha a esperança
 
De ser uma linda criança
 
E lhe sorrir bem contente.
 
Você se uniu ao papai

 
Num momento que ao longe vai
 
E duas células se uniram,
 
Formando um ser pequenino
 
Indefeso e sem destino
 
E do compromisso fugiram.
 
Quando você descobriu
 
Que ia ser Mãe, nem dormiu!
 
Pensei que fosse de alegria…
 
Mas para a minha surpresa
 
Foi grande a tristeza
 
Porque seu corpo deformaria.
 
Quando a vi tomando um remédio,
 
Pensei que fosse para aliviar otédio
 
Costumeiro de uma gestação,
 
Sem saber que a dose forte
 
Era própria para a minha morte
 
Causada pela sua mão.
 
Mamãe, eu esperava que um dia
 
Viesse a ter a alegria
 
De sentir um beijo seu,
 
Mas você não me aceitou
 
Em um lugar qualquer me jogou…
 
SOU UMA CRIANÇA QUE NÃO NASCEU!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.