Parte I – Você teme que….

Você é daquelas pessoas que teme a solidão? Tem medo de ficar só e por isso se apega às pessoas, situações e as coisas? Você sofre, pois não quer fazer o desapego, não elimina da sua vida pessoas e situações que só lhe fazem mal, que te causam aborrecimentos e tristezas. Mas você poderá mudar não ter mais medo o dia que aprender a gostar de si mesmo.

Ame-se, ame-se muito, valorize-se, cuide-se, goste de quem você é, do jeito que é se aceite e as pequenas transformações irão acontecer com você. E você perceberá que solidão não é estar ou não em companhia de alguém. Solidão é estar só com você mesmo, é a falta de amor consigo mesmo.

Ou será que você teme em fracassar? Talvez você não seja mais ousado e não se arrisque mais pelo medo do fracasso, medo de se sentir culpado por algo não ter dado certo, medo da cobrança dos outros, porém maior ainda de sua auto-cobrança. Talvez você pense que tem que ser perfeito, impecável, absolutamente correto e com isso deixa as oportunidades passarem à sua frente.

Portanto compreenda que o fracasso só existe quando você desiste. As experiências são para nossa aprendizagem e por pior que seja o resultado de uma nova experiência, sempre haverá algo de positivo. Olhe suas escolhas, observe as conseqüências e retire o que você pode aprender com elas.

De repente você deixa de fazer algo por medo que as pessoas podem pensar de você? Isso só faz refletir o quanto você ainda precisa amadurecer com seus conceitos e nas suas crenças. Acredite você é julgado naquilo que você julga e condena no outro. Comece observando como você analisa as atitudes das outras pessoas e note que é exatamente assim que as pessoas te julgam. Perceba o que conta realmente é o que você pensa de você mesmo, com consciência, lucidez e humildade.

Será que você teme em ser rejeitado? E por isso deixa de fazer aquilo que gosta, de realizar seus sonhos, conhecer novas pessoas e mostrar suas idéias. Você fica esperando que os outros venham te dar elogios, te agradecerem pelo que fez? Se não o vir você fica frustrado, decepcionado com as pessoas e o mundo? Talvez você esteja fazendo algo para receber recompensas e se elas não virão você ficará desmotivado. Não faça esperando algo em troca faça pelo simples fato de fazer, faça por você mesmo por sentir gratidão consigo mesmo. Até que perceberá que deve ter fé em você mesmo, que você é o seu maior companheiro.

Você teme a dor? Talvez você está deixando de aprender com medo de vir à sofrer. Está se protegendo como uma borboleta em seu casulo e deixando de vir para a festa da vida, contemplar o maravilhoso espetáculo da vida, a fazer mudanças, a experimentar novos sabores, novos amores porque tem medo da dor da alma e do coração. Então está na hora de perceber que o sofrimento só ajuda a crescer e afasta de você a arrogância. Seja humilde, perdoe quantas vezes for necessário e se apaixone pela vida. Ame-se, sorria, acredite… Você não precisa temer nada, mexa-se e vá em frente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.