Parte II – Você teme que …..

Será que o seu temor é a verdade? Qual é a verdade que você acredita? Acha que existe uma verdade que deva segui-la? Você então sofre porque olhando para a verdade que você criou não é compatível com a dos outros. Você luta a todo custo para que ela seja aceita pelos outros porque acredita nela tão profundamente que se culpa quando você mesmo não consegue segui-la, carregando consigo um emaranhado nó em sua mente que lhe faz sentir medo e em conseqüência trazendo como punição doenças ou desgraças.

Tudo isso passará até que você descobrir que a Verdade é um espelho quebrado em mil pedacinhos. Ninguém é dono da verdade. Podemos conviver na compreensão da verdade de cada um. A verdade é algo inacabado, o que era ontem já o não é hoje.

Quem sabe você teme as perdas e até a morte? Tudo vai depender de como você se vê, apenas matéria? Acredita que tudo se acaba e nada continua. A matéria não existe, a essência do ser humano é muito mais que a matéria, pois somos filhos de Deus, portanto somos seres perfeitos, maravilhosos e tudo que nos faz sofrer é criação das nossas más programações.

Aprenda que as perdas não representam o fim, mas o início de um novo ciclo. Cada pessoa que passa pela gente é por uma razão, e não importa quanto tempo elas estiveram conosco, cada uma delas cumpriu sua missão e nos ajudaram evoluir. E quando é chegado o momento elas se vão, não podemos apegar a elas, precisamos deixá-las ir livremente. Desapegue-se de qualquer mágoa, ressentimento, frustrações; liberte-se, esvazie-se para dar entrada ao novo.

Quem sabe você teme o ódio, pois não aprendeu ainda que guardar sentimento negativo fará mal a você mesmo. O ódio é um veneno que você vai engolindo pouco a pouco e quando percebe que não atingiu o outro e sim em você mesmo.

Quem sabe você está ai se lamentando porque está velho e não dá para recomeçar. Estar em evolução é aprender a cada dia e que podes ganhar sabedoria em todos os momentos, com todas as pessoas não importando a idade, o tempo e o amor caminham juntos.

Talvez você teme que as pessoas podem ferir seus sentimentos. Então você se previne, deixa de participar, de expor, de brincar, de rir, de amar e de viver porque teme que alguém pode te magoar, te ferir. Você então aprende que ninguém fere você sem a sua permissão. Você é quem dá poder aos outros para te ofender, você deixa as pessoas te ferirem porque você está ferido. Quando você entender que é você que tem o poder de não deixar ninguém te ofender, você também não precisará mais perdoar ninguém, pois você não se sente ofendido, neste momento você estará em outro nível de consciência.

Talvez você está do jeitinho que é, por temer mudanças, quem sabe é melhor se acomodar, não dará tanto trabalho. Mudanças exigem esforços e muitas vezes abrir mão de algumas coisas e aceitar outras para criar novos horizontes.

Perceba então na transformação que passa em uma borboleta antes de poder voar. Você pode dar vôos imensos, voar bem mais alto do que imagina, para isso é preciso um tempo de reflexão, de escolhas, de transformação. A metamorfose acontece de dentro para fora. Comece limpando todo seu lixo mental, eliminando seus medos, suas mágoas e ressentimentos, desapegando de coisas e pessoas. Vá dando lugar ao novo, entrando amor e harmonia. E desta forma enfrentando cada obstáculo à medida que apareça em sua vida coragem e confiança.

 

Parapsicóloga Raquel Mazera Poffo

Atendimento individual e coletivo

Fone (48) 32652016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.