Você sofre com pensamentos apavorantes que parecem não sair da sua mente?

Qui, 05 de Novembro de 2009 13:29
Você sofre com pensamentos apavorantes que parecem não sair da sua mente? Por ter visitado o site, imaginamos o tamanho dos pensamentos ansiosos que você possa ter.
Talvez seja um medo de:
-Ataque de pânico espontâneo
-Nunca se livrar da ansiedade
-Uma certa sensação ansiosa no corpo que preocupa você
-medo de perder o controle
Isolde, seja qual for seu medo, queremos compartilhar algumas dicas e técnicas nos próximos dias que não só vai ajudar
você a acabar com estes medos como também reduzir seu nível de ansiedade significantemente.
Após muitos anos ensinando as pessoas a se livrarem da ansiedade, notamos que aqueles que chegam a ter ataques de pânico quase sempre tinham pensamentos ansiosos frequentes. A ansiedade tem uma forma sutil de plantar dúvidas independente do medo ser racional ou irracional.

Então o que pode ser feito por pessoas que sofrem de pensamentos ansiosos repetitivos?
Para começar, vamos ver como pensamentos ansiosos são energizados e depois demonstraremos como eliminar rapidamente a intensidade desses pensamentos destrutivos. Vamos supor que você está realizando suas atividades do dia-a-dia quando um pensamento ansioso entra na sua mente. Seja qual for a natureza desse pensamento, o padrão que se segue é geralmente bem previsível. Ele aparece brevemente em seu estado concentrado e você imediatamente reage com medo conforme contempla o pensamento. A reação de medo que você tem acaba enviando uma onda de choque pelo seu sistema nervoso. O resultado desse medo você sente mais intensamente no estômago (devido a quantidade de terminações nervosas localizadas no estômago).
Em função da intensa reação corporal, você então fica travado examinando o pensamento ansioso cada vez mais. A reação de medo contínua aumenta a intensidade da ocorrência. Quanto mais você reage, mais forte fica o cilo da ansiedade, criando mais ondas de choque. Este é o ciclo típico do pensamento ansioso. Para alguns parece que o pensamento ansioso está roubando sua paz de espírito.
Você pode continuar a passar o resto do dia desse jeito, em função do tipo de reação que tem.
“Por quê estou tendo estes pensamentos?”
“Por quê isso não sai da minha cabeça?”
Quanto mais se esforça para não pensar nisso, mais nervoso você fica. E como você pode eliminar estes pensamentos indesejáveis?
Para começar:
– Quando começar a aparecer os pensamentos ansiosos, é importante não forçá-los a ir embora.
Deixe os pensamentos entrarem. Quanto mais confortável você ficar com eles, melhor. Eles podem não sumir completamente, mas o que você vai aprender é mudar de reação. Quando mudar sua reação aos pensamentos ansiosos, você vai se livrar deles. Uma vez estabelecida uma nova maneira de reagir aos pensamentos, não importa se você os tem ou não. Sua reação é o que define toda a experiência (e isso se aplica a quase tudo).
Todo mundo tem experiências com pensamentos incomuns que muitos considerariam assustadores ou de gente louca. A diferença entre a maioria das pessoas e alguém que é pego por eles é que uma pessoa normal vê os pensamentos como eles são, e casualmente os ignoram. A pessoa ansiosa está em desvantagem porque já tem um certo nível de ansiedade. Os pensamentos provocam com facilidade sentimentos de mais ansiedade que constroem um ciclo de medo. Você quebra o ciclo mudando a forma como reage ao pensamento.
Aqui está um exemplo:
Você está em um dia bem tranquilo e divertido quando de repente um pensamento ansioso passa pela cabeça. Antes, você iria reagir com ansiedade e depois iria tentar forçar o pensamento para fora de sua mente.
Desta vez, porém, diga:
“Isto é medo de X. Eu poderia me preocupar e até ficar obcecado com isso mas desta vez vou fazer algo diferente. Não vou reagir. Também não vou tentar parar. Vou apenas rotular este pensamento e não reagir.” De repente o pensamento aparece de novo com mais intensidade e possivelmente com novas formas assustadoras nunca vista antes. Quando isso acontecer você faz exatamente a mesma coisa. Como se estivesse observando passando em cima de sua cabeça, você simplesmente
– observa
– rotula (medo de qualquer coisa)
– assiste ele passar e ir embora e depois
– mova sua atenção para o que estava fazendo.
Veja o pensamento ansioso como ele realmente é:
-um dos milhares de pensamentos transitórios, insanos ou não, quetodos nós vivenciamos diariamente.
Não se esqueça disso:
Observar, rotular, assistir, bola para frente. Ao praticar esta abordagem, você vai gradualmente parar de reagircom medo e vai aprender a tratar este problema com total naturalidade. Quando estiver em um estágio confortável e sentir que teve um bom progresso, tente esta técnica adicional:
Convide um de seus pensamentos mais frequentes. Chame o medo, diga que você quer que chegue mais perto para que você possa observá-lo.
Pode parecer a última coisa que você gostaria de trazer para si, já que eles não são nada divertidos, mas esta abordagem pode ser muito encorajadora. Isso vai fazer com que você descarregue a densa vibração do medo ao redor do pensamento ansioso. O medo estava se sustentando com sua resistência.
O medo se evapora rapidamente quando você vira e diz  “Sim, é claro que eu posso lidar com estes pensamentos”. O medo se intensifica quando nós tentamos nos livrar deles. É a luta mental contra os pensamentos indesejáveis que cria a tensão psicológica interna.
O combustível desta tensão são pensamentos do tipo:
“Não consigo lidar com isso – por favor vá embora”.
“Não gosto disso – Para por favor!”.
Use uma postura diferente. Convide-os a entrar.
Sente do lado, rotule e se esforce ao máximo para nãoreagir. Sim, isso requer pratica, mas muito em breve você se encontrará em uma posição única de controle. Você não é mais uma vítima, e sim um tomador de decisões. Assim como qualquer outra técnica, há sempre um nível de prática envolvida. Alguns tropeços são normais no começo. Continue tentando. Com o tempo você verá que os pensamentos negativos terão cada vez menos impacto em sua vida.
Não deixe sua mente levá-lo a acreditar que sua ansiedade é algo que você sempre terá que lutar contra.
Não só é possível controlar a ocorrência de pensamentosansiosos como também é possível acabar com os ataques de pânicoe ansiedade geral, e podemos ajudar se este é seu objetivo.
Você pode ter a vida dos seus sonhos. A ansiedade não tem o direito de roubar esta esperança de você.
Algumas destas informações formam uma pequena parte do Programa Sem Pânico. Nosso programa completo elimina de uma vez por todas os ataques de pânico e ansiedade geral de maneira rápida, e tem sido um grande sucesso em todos os clientes, independente do tempo que sofrem deste problema.
Para saber mais sobre o programa Sem Pânico visite: http://www.sempanico.com.br
Veja abaixo algumas coisas que você vai aprender:
-Aprenda como ganhar a autoconfiança para aplicar uma técnica simples para desarmar qualquer ataque de pânico;
-As 4 abordagens mais poderosas para criar uma sólida zona de controle da ansiedade;
-Aprenda a evitar a cometer o erro que quase todo mundo comete durante um episódio de pânico.
Aqui está um exemplo de como o curso já ajudou outras pessoas:
…melhor coisa que eu já li até hoje
Olá! Estou no trabalho e acabei de fazer o download do “Sem Pânico”. Tive tempo só de ler algumas páginas (tenho que voltar a trabalhar para não ser mandada embora), mas sem exagero, foi a melhor coisa que eu já li até hoje – e olha que tenho um zilhão de coisas sobre o assunto.
Não vejo a hora de chegar em casa para terminar de ler tudo. Muito obrigada.
Marisa Schroeder, São Paulo-SP
…Me senti muuuuuito melhor
Gostei de ser bem tratado pela internet. Seu livro me ajudou a não ter mais medo do pânico. A primeira vez que eu comecei a ler estava no avião, minutos antes de ter um ataque de pânico porque eu ia fazer um serviço em Fortaleza e não sabia como ia ser. Depois de ler as primeiras páginas, lágrimas começaram a escorrer dos olhos e de repente me senti muuuuuito melhor. Nem liguei para as outras pessoas que ficavam olhando para mim com cara de curiosidade em saber o que eu estava lendo…
Vanderson Foly
…Rezei para Deus para mostrar-me o que fazer
Tive meu primeiro ataque de pânico em julho deste ano e acabei indo para o hospital de ambulância achando que eu estava tendo um ataque cardíaco. Tive vários outros ataques de pânico depois desse episódio. Numa segunda de manhã já acordei tendo um ataque e rezei para Deus para mostrar-me o que fazer. Resumindo uma longa história, achei o seu site e fiquei com medo que fosse como esses outros que tentam vender seus produtos. Porém, as informações iniciais me deu um certo conforto e decidi comprar.
Li seu livro e ele me deu as ferramentas que eu estava procurando. Pelas palavras com certeza o autor sofreu de pânico também porque fala com uma autoridade que só vem de alguém que já passou pelo terror dos ataques de pânico. Tenho 42 anos de idade e tenho notado os efeitos psicológicos na minha vida (um deles é o pânico).
Muito obrigada!!
Sinceramente,
Solange Dal Moro, Londrina-PR
Para saber mais sobre o programa Sem Pânico visite:
Recomendamos que você dê uma chance a este curso.
Com uma técnica desenvolvida por uma pessoa que já sofreu vários anos com a síndrome do pânico, não fingiriamos ter a solução se não acreditássemos honestamente que nosso programa poderia ter um grande benefício em sua vida. Juntos podemos fazer você voltar a ser a pessoa que era antes da ansiedade se tornar um problema.

8 Replies to “Você sofre com pensamentos apavorantes que parecem não sair da sua mente?”

  1. Sou Alie Sabina e confesso que esta matéria descreve exatamente os sintomas do conflito mental que tenho hoje..Parece que a mente dá um giro ,e do nada eles aparecem ganhando força,mais um desgaste mental..Tenho me esforçando em encontrar técnicas afim de curar a minha mente desses ocrridos.

  2. Achei muito bom me indetifiquei bastante com o conteúdo obg por nos ensinar e ter esperança de viver sem essa ansiedade que as vezes nos incomoda muito bom ..

  3. Eu não sei o que eu tenho na verdade
    Mas eu sei que não sou normal e tenho medo de não conseguir viver assim não consigo ir ao médico tenho medo de ficar pior ainda eu ir ao médico tenho medo do médico me acha mais louca do que eu já me acho sei lá eu não consigo controlar minhas emoções eu não consigo manter a paz com ninguém eu não consigo ser leve e tranquila eu só quero ser normal não tenho motivos para estar me sentindo mal e me sinto pior ainda por estar me sentindo assim eu não tenho com quem falar com quem já me abri tenho certeza que riram de mim pelas costas não consigo confiar em ninguém acreditar no amor de ninguém exceto meus filhos e Deus os únicos em quem eu acredito no amor eu não consigo não me irritar com tudo tenho medo de coisas absurdas como por exemplo existir algum bixo no meu corpo não sempre ou de não conseguir mais raciocinar não conseguir manter a realidade mas ao mesmo tempo me peegunto?Se eu fosse loka eu estaria levantando essa hipótese???? Ninguém me entende nem eu mesma !?Quando estou feliz estou feliz de mais quando estou com raiva é irracional a minha raiva e as vezes sem tanto motivo me explodo sem querer e quando percebo já foi tem tempos que até me sinto normal poucos tempo mas ao mesmo tempo sem sentido e quando vejo sentido as vezes sou completamente perturbada as Vezes acho que são demônios as vezes acho que é paranóia mas no momento que acontecem eu não consigo controlar tenho manias loucas e estranha como acreditar que sei concerteza o que a pessoa está pensando como acreditar que sei se ela está mentindo ou falando. A verdade eu no aguento mais desculpem os erros de português mas tô sem Pásciencia para corrigilos e acho até que sem inteligência também eu não preto pra quase nada e quando presto ou acho que presto aff sei lá nem sei porque tô escrevendo isso talvez me ajude um pouco já que ninguém me conhece eu só queria ser normal ao isso ninguém me aguenta mais e tenho medo dos meus filhos um dia cansarem de mim também eu não aguento mais ver as pessoas me abandonando eu só queria ser equilibrada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.